(62)9 8550-7232

NO AR

SHOW DA NOITE

Com DIVINO COCO

Brasil

Shoppings, feiras de rua e rodoviárias em Goiás devem ser fechados, diz Caiado

Publicada em 17/03/20 as 07:16h por G1 GOIÁS - 5 visualizações


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Shoppings Centers, feiras de rua e rodoviárias em Goiás devem ser fechados, de acordo com anúncio do governador Ronaldo Caiado (DEM) feito nesta segunda-feira (16). A determinação de fechamento terá vigência de 15 dias e virá em forma de decreto a ser publicado pela Prefeitura de Goiânia. As novas medidas fazem parte do plano de contingência ao coronavírus no estado.

Ronaldo Caiado e o prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB), se reuniram na tarde de segunda-feira (16) para avaliar medidas conjuntas de combate ao coronavírus. Após o encontro, eles anunciaram que as rodoviárias de Goiânia e Anápolis deverão ser fechadas a partir de quarta-feira (18). Em relação ao Aeroporto Santa Genoveva, o governador pediu ao Ministério da Infraestrutura que avalie o fechamento do terminal e a suspensão dos voos.

Um ponto ainda em discussão entre governo, prefeitura municipal e empresários da Região da 44 é o fechamento do local. O governador disse ter comunicado a determinação aos representantes do setor, mas novas reuniões acontecerão para aparar as arestas entre os lados.

"Já comunicamos ao AER44 e aos shoppings centers das ações tomadas", informou Caiado. Questionado sobre o andamento do diálogo entre as partes, o governador afirmou que "não tem capacidade de negociar com o vírus".

O presidente da Associação dos Empresários da Região da 44 (AER44), Jairo Gomes, esteve na reunião e adiantou que o empresariado do setor deseja ampliar o diálogo em relação ao fechamento de toda a região. Segundo Gomes, novos encontros acontecerão nos próximos dias para concluir a conversa com o poder público.

"Ordem não se discute, se cumpre. Precisamos definir com todos os empreendedores, que são mais de 100, entre shoppings e galerias e buscar o raciocínio se vai ou não fechar. Enquanto isso, as lojas continuam abertas", explica Gomes.

Caiado pediu também que os usuários de transporte público evitem aglomeração dentro dos ônibus. "Pedimos que as pessoas aguardem o horário dos ônibus e não tem motivo para que fique o sufoco de todo mundo querer entrar. Todo empresário está ciente que o funcionário pode chegar um pouco atrasado", diz Caiado.

O Ministério da Saúde destinou R$ 14 milhões a Goiás para custear ações de prevenção ao vírus. A medida foi publicada nesta segunda-feira no Diário oficial da União. O valor de ajuda definido pelo governo federal foi de R$ 2 por habitante.

Goiás tem sete casos confirmados

A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) informou na noite desta segunda-feira (16) que subiu para sete o número de casos confirmados de coronavírus no estado. Outros 83 são suspeitos e estão em investigação.

Os pacientes com exames confirmados são moradores de três municípios: cinco em Goiânia, um em Anápolis e um em Rio Verde, região sudoeste do estado.

Segundo o governo, todas as pessoas que estão infectadas estiveram em viagem para o exterior. De acordo com a SES, 54 casos foram descartados, com resultados dos testes negativos para o vírus. Não há confirmação de mortes em Goiás por causa do Covid-19.





ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Enquete
Qual dessas Redes Sociais voce acessa?

 Instagram
 Youtube
 Facebook
 Twitter







.

LIGUE E PARTICIPE

33264020 / 33264022

Visitas: 7068
Usuários Online: 5
Copyright (c) 2020 - Rádio Cidade de Jaraguá-GO